05.10.16 | Escrito por: O Bom de Viajar

Dicas para curtir o melhor de Natal

De agosto a março, o destino ideal para todos os gostos

 

É fácil ser feliz em Natal:

 

Tempo bom (sol e calor, por favor!) 
Praias incríveis (a escolher)
Culinária das boas 
Passeios únicos 
Muita história pra ver e contar


Ensolarada praticamente 300 dias do ano, a capital do Rio Grande do Norte, Natal, é dona de uma natureza infinita entre praias, dunas e lagoas, riqueza histórica por todos os lados e tá sempre pronta para receber uma visita. 😀

 

Não tem tempo ruim por lá. Pode acreditar!

 

Tá a fim de embarcar já? O Bomde partiu e trouxe dicas pra você explorar todas as possibilidades de diversão potiguar. Então bora lá!

 

 

 

Natal por Insiders

 

 

Natal, a Cidade do Sol, está sempre pronta pra te receber com belezas naturais, diversão e muita hospitalidade

 

 

 

Se você é do sol, areia e mar, sombra e água fresca, vida boa e diversão, vem que tem. Tudo de bom e lindo que você já ouviu falar sobre Natal é verdade. Do camarão ao mergulho em alto mar, das construções históricas aos passeios de buggy, tudo é incrível na capital do Rio Grande do Norte. Ela é única por suas características e cultura local, por isso, sempre tem algo diferente pra oferecer.

 

Vá com disposição, ou não (porque dá pra ficar só na praia, curtindo numa boa, e ainda assim vai ser ótimo). Mas quer um conselho de amigo? Vá para aproveitar TUDO que a cidade da carne de sol, das dunas e do mar azul pode proporcionar. Ah, e não se esqueça de levar óculos e protetor solar. Itens básicos nessa trip.

 

Dito isso, pronto pra começar?

 

 

 

Tudo em Ponta Negra

 

Pra quem gosta de mordomia e praticidade, a praia de Ponta Negra é uma das melhores pra ficar. Além dos muitos bares e restaurantes, a orla tem uma infra pra facilitar a vida de qualquer turista. É guarda-sol, sombreiros, cadeiras e barracas à vontade.

 

E pra quem gosta de comida boa, vai ser fácil achar tudo de mais típico e delicioso sempre muito à mão. Gosta de camarão? Tapioca? Carne de sol? Tem tudo lá. <3

E como já entramos no assunto gastronomia, comece a anotar. Faz muito tempo que a tapioca virou uma mania nacional, mas não ignore essa iguaria local. E para experimentar uma infinidade de sabores, vá à Casa de Taipa. Sabe quando pegamos um cardápio com tantas opções maravilhosas que fica difícil decidir? Lá é assim. Tem tapioca de cordeiro, frango ao pesto e até, pasmem, o sushi de tapioca. Amantes dos doces segurem o coração: tem de brigadeiro com morango e beijinho esperando por vocês. 



Pra quem gosta de comer bem, o famoso restaurante Mangai é uma ótima pedida. Pratos típicos e ambiente lindão. Ah, esteja pronto para enfrentar nomes diferentes no menu: gororoba de charque, suvaco de cobra, paçoca (não é o doce com amendoim), buchada e por aí vai. Das variedades e opções, ponto positivo para a carne de sol com nata. Uma coisa a gente garante: é amor em forma de comida. <3 E se a pergunta for “Não tem algo leve, sem carne?” Tem, fica tranquilo. Eles pensaram em todo mundo por lá. 🙂

 

Pra quem gosta de unir culinária e boa música, o Tábua de Carne tem happy hour todos os dias. O cardápio também é de se perder, mas o foco é a carne, tanto a de sol quanto o rodízio de outros cortes. (pra além da carne: o arroz de leite deles é sensacional. Vai com tudo!). Pra quem estiver viajando com os amigos que gostam de agito, é uma ótima escolha.

 

E pra fechar o tour gastronômico, não dá pra ir embora sem experimentar algum prato com frutos do mar, é claro. Aos adeptos, o tradicional restaurante Camarões é um especialista e serve almoço e jantar. Dica: o peixe com amêndoas vai te deixar nas nuvens. 😉 

 

Já deu pra perceber que Ponta Negra é um prato cheio. Ô alegria!
Seguimos a trip, porque Natal é destinos para todas as tribos.

 

 

 

Casa de Taipa
Casa de Taipa
Camarões
Camarões

 

Tábua de Carne
Tábua de Carne
Tábua de Carne
Mangai

 

 

De dia…

 

Praticantes de surf, kitesurf, windsurf e stand-up paddle são figuras fáceis em Ponta Negra. Então nada de preguiça! Quem quiser cair na água tem que acordar cedão mesmo. Pegue a dica de empresas que oferecem esses serviços no hotel, pois a oferta é grande!

 

 

De noite…

 

Pra turma que curte a noite, um dos points local é o Taverna Pub. Todos os dias uma, programação diferente, do sertanejo ao rock. Outra opção é o Decky Bar, um bar com música ao vivo, pra curtir o clima de happy hour, onde rola muito Blues e MPB. Mas se você nem pensa em sair do Nordeste sem dançar forró, a dica é ir no Rastapé. Lá quem manda são a sanfona e a zabumba. 

 

 

 

Taverna Pub
Taverna Pub

 

E pra ficar pertinho de tudo isso, nossa dica de hospedagem é o Golden Tulip Natal Ponta Negra. O hotel, novinho em folha, fica super bem localizado, de frente pra Praia de Ponta Negra, e todos os quartos tem uma vista incrível pra orla. Acordou e pah, vista pro mar! Aliás, de lá dá pra apreciar o famoso Morro do Careca. Uma duna gigante, de 120 m de altura, rodeada de vegetação, que em outros tempos já foi aberto para visitação e hoje é protegido por questões ambientais. Outra lindeza da cidade!

 

 

 

 

Golden Tulip Natal Ponta Negra Golden Tulip Natal Ponta Negra
Golden Tulip Natal Ponta Negra Golden Tulip Natal Ponta Negra
Golden Tulip Natal Ponta Negra Golden Tulip Natal Ponta Negra
Golden Tulip Natal Ponta Negra Golden Tulip Natal Ponta Negra
Golden Tulip Natal Ponta Negra Golden Tulip Natal Ponta Negra

 

 

 

Agora, se a sua praia é curtir areia e dunas, fica tranquilo, porque opções não vão faltar.  

 

 

Parque das Dunas

 

Pra conferir parte da diversidade natural de Natal, a reserva ecológica Parque das Dunas é um dos melhores lugares. Bosques, flora e fauna numa área de 1.172 hectares, com várias trilhas para trekking e passeios.

 

 

Forte dos Reis Magos

A atração mais famosa a cidade, pela história e visual incrível, é o Forte dos Reis Magos. Uma fortaleza em formato de estrela de cinco pontas, construída em 1598, que já foi palco de batalhas no Brasil Colonial e hoje é atração turística. Vista pro mar e muita história pra contar!

 

 

 

Forte dos Reis Magos
Shopping do Artesanato Potiguar
Shopping do Artesanato Potiguar

 

 

Comprinhas

 

Dois lugares devem entrar no roteiro de quem faz questão de levar um pedacinho de Natal pra casa.

 

O Shopping do Artesanato Potiguar tem muitas lojas, que vendem de maiôs e biquínis a redes (aquelas preguiçosas, pra deitar). A outra opção é o Centro de Turismo, um prédio histórico, que em outras épocas já foi albergue, orfanato e até presídio, e hoje é um lindo centro de compras. Além das lojinhas, todas as quintas-feiras rola o Forró com Turista pra animar a galera.

 

 

Rua Chile

 

A famosa Rua Chile fica no bairro Ribeira e concentra espaços culturais e casas de shows em casarões antigos e armazéns. Lá é o endereço do Ateliê Bar, que une arte e música. O Do Sol é um centro cultural e tem vários eventos de música. Inclusive em novembro rola por lá o conhecido Festival Do Sol. Outra dica de balada na região é o Galpão 29, que vai da música eletrônica ao pop (confira a agenda pra não errar o estilo). Vale a visita pela arquitetura antiga e pelo agito!

 

 

Praias

 

Natal e a região metropolitana (tudo bem pertinho) têm praias incríveis, pra Tieta nenhuma botar defeito. 😉

 

E se a ideia for se aventurar a bordo de um buggy, nossa dica é passar um dia na Praia de Genipabu. No passeio, você conhece vários parques de dunas, como as de Graçandu e Pitangui. E não se assuste se você visualizar pessoas passeando em dromedários no estilo xeique árabe: não é miragem. Esse serviço de passeio com os parentes dos camelos é o único na América do Sul. Tudo bem seguro e responsável, pode confiar! 🙂

 

 

 

 

 

 

Se você optar pela Praia de Extremoz, dá pra visitar o Aquário Natal. Muitos peixinhos e outras espécies marinhas, no maior aquário do nordeste.

 

Também dá pra dar um pulo nas praias da Pipa e São Miguel do Gostoso, que ficam em Tibau do Sul (mais ou menos 1 hora de carro de Natal). Praias lindas e com mar calmo, ótimas para praticar Stand Up Paddle. Pega todas as dicas com a galera do 30 Todo Dia, que já passou por lá e fez um roteiro exclusivo pra gente. 

 

 

Modalidades esportivas

 

Gente, não dá pra terminar esse texto sem falar de duas modalidades esportivas sensacionais e com muitos adeptos pela região: o skibunda e aerobunda. Basicamente, o primeiro consiste em descer uma duna em cima de uma prancha de madeira e mergulhar em um rio, lagoa ou braço de mar. A segunda, mais sofisticada, é uma descida de tirolesa pra cair com tudo em um rio, lago ou mar. Tudo isso em qualquer praia de Natal próxima de você. 😀

 

 

 

Parrachos de Maracajaú
Parrachos de Maracajaú. Foto: www.praiasdenatal.com.br

Parrachos de Maracajaú

 

Pra quem gosta de mergulho, a dica é ir até a Praia de Maracajaú, mais ou menos a 60 km de Natal. Chegando na praia, tem que pegar um barco até Parrachos, que é uma área de proteção em Maracajaú. Dá pra fazer mergulho com snorkel e os mais experientes podem fazer mergulhos mais profundos. Pra quem nunca mergulhou com balão de oxigênio, é possível fazer a estreia acompanhado de um profissional.

 

 

Maior Cajueiro do Mundo?

 

Com o título de maior cajueiro do mundo, com registro no Guinness Book, a árvore centenária fica em Parnamirim, aproximadamente 25 quilômetros de Natal. Já existe pesquisa comprovando que o maior cajueiro está no Piauí. Mas polêmicas à parte vale a pena dar uma passada no Parque Ecológico do Maior Cajueiro do Mundo para conhecer essa árvore, que tem uma copa que cobre uma área de 8.500 m².

 

 

Carnatal


Quem é da micareta e adora uma folia fora de época, pode marcar férias pra dezembro. Desde 1991, o povo potiguar reserva um tempinho antes das festas de fim de ano para curtir o Carnatal. É uma super festa com várias atrações nacionais e muita animação. Vale a dica.

 

Alguma dúvida que Natal é uma cidade para aproveitar?  

 

Tem opções pra todo mundo. Curtir ou descansar, é só ir pra lá.

Tags

#nordeste#praia#roteiro

Posts relacionados