11.07.16 | Escrito por: O Bom de Viajar

Guia de gastronomia de rua do Rio

Uma seleção para quem quer turistar através do paladar na Cidade Maravilhosa

Conteúdo atualizado em 7 de junho de 2018.

 

Faz parte do pacote básico de viagem experimentar delícias gastronômicas locais.  É impossível estar em qualquer lugar do mundo e ignorar este programa. 🙂

 

Comida não é só vida, é identidade! Diz muito a respeito dos hábitos, dos costumes das pessoas e da história de uma cidade. E cá entre nós, tem jeito mais prazeroso de conhecer um destino do que comendo? 😋 A gente adora!

 

Quando estamos viajando, o negócio é se jogar e explorar todas as opções: dos sofisticados menus dos restaurantes em hotéis às maravilhas da culinária de rua. Dá água na boca só de pensar! Então vamos lá, porque tem muita coisa boa para experimentar nesse nosso roteiro!

O Rio de Janeiro está sempre bombando! E pra facilitar a vida de quem está indo pra lá, fizemos esse guia das melhores opções de comida de rua na Cidade Maravilhosa pra deixar qualquer um com água na boca.

O Bom de Viajar é experimentar os mais autênticos sabores locais

 

 

A Cidade Maravilhosa é um festival de comida boa, não dá pra ignorar. Café da manhã delicioso no hotel, o famoso Biscoito Globo na beira da praia, happy hour com caldinho de feijão e por aí vai… Ofertas deliciosas não vão faltar.

 

Então aqui vão algumas dicas pra levar na mala, na bolsa, no tablet, no celular… O importante é anotar!

 

 

 

 

Sabe aqueles restaurantes que fazem a gente se sentir em casa, onde tudo é uma delícia? Na Lapa e nas redondezas é assim que funciona! 😉

 

Quem não gosta de salgados? Coxinha, croquete, pastel… ficamos com água na boca só de pensar! E se você também não perde a chance de saborear esses quitutes, tá na hora de conhecer o Salgado da Família Marques. Na Lapa há 11 anos, Edilson Marques comanda sua barra com o apoio dos filhos na Rua do Lavradio. O risoles de frango é o campeão de vendas, mas também tem quibe, enroladinho de salsicha e muito mais. E o melhor de tudo: com precinho super camarada.

 

Aos adeptos da culinária da nonna, o caminho é um só: a Pizzaria do Chico, em Santa Teresa. Após 5 anos vivendo e trabalhando como pizzaiolo na Itália, de volta ao Brasil não teve outra, Francisco Allevato presenteou os cariocas (e quem mais quiser chegar) com o seu boteco simples, mas com receitas típicas e originais da terra do Papa. As mesinhas inclinadas na calçada, seguindo o sobe desce das ladeiras, dá um destaque especial ao endereço. Dizem por aí que o Chico é o italiano mais querido depois do Roberto Baggio. Buon appetito! 😀

 

Pizzaria do Chico
Pizzaria do Chico / Foto: facebook.com/pg/PizzariaDoChico
Salgado da Família Marques
Salgado da Família Marques / Foto: gastronomiaderua.com.br

 

 

Quem incluir no roteiro uma visita ao Museu do Amanhã pode adicionar ao trajeto uma parada no Angu da Lucinha. O mingau de fubá é praticamente patrimônio popular do Rio de Janeiro. Lucinha, além de dona da receita, é grande conhecedora da história da Pedra do Sal, local onde fica sua banca e antigo reduto dos escravos da cidade. Pra completar, lá ainda tem uma das mais famosas rodas de samba do Rio. É só chegar e ser feliz! ❤

 

Ficou com vontade de um lanche de respeito? Que tal um cachorro quente com tudo que tem direito? O Cachorro Quente do Oliveira é um clássico carioca que existe desde os anos 80. A barraca também inova ao trazer molhos diferenciados (como mostarda e mel, barbecue e cheddar), além dos ingredientes de qualidade. A galera faz fila pra conferir, e já sabemos o porquê. Delícia!

.!
.!

Angu da Lucinha
Angu da Lucinha / Foto: gastronomiaderua.com.br
Pedra do Sal
Pedra do Sal / Foto: mapadecultura.rj.gov.br

Cachorro Quente do Oliveira / Foto: gastronomiaderua.com.br
Cachorro Quente do Oliveira / Foto: gastronomiaderua.com.br

 

.!

Mas a gastronomia de rua do Rio de Janeiro também conta com sabores internacionais!
O
Pão com Linguiça da Adelaidevendido aos sábados no Cantinho das Concertinas, é um pão caseiro recheado de linguiça calabresa, presunto e bacon, típico de Portugal, país de origem da Adelaide. A receita original leva porco e frango, mas a cozinheira adaptou o recheio, pois o calor do Rio não favorecia o uso desses ingredientes. De qualquer modo, o resultado é de comer rezando! 😋

 

Pão com Linguiça da Adelaide
Pão com Linguiça da Adelaide / Foto: gastronomiaderua.com.br

 

E falando em gastronomia internacional, tem sushi também! O peixeiro Arnaldo Barcellos teve a ideia de montar uma barraca de sushi há cerca de 30 anos. O Sushi do Arnaldo hoje conta com sushis e sashimis de salmão, polvo, atum e peixe branco, hot philadelphia e muitas outras delícias orientais. Tudo isso em meio a feirinhas espalhadas pelo Rio de Janeiro.

 

E que tal um lanchinho pra aproveitar enquanto caminha e conhece os encantos da Cidade Maravilhosa? Vai de Pipoca do Nelsinho! Nelsinho sonhava em ser cantor, mas foi o Disk-Pipoca que ganhou o coração dos cariocas: era só ligar que ele entregava pipocas deliciosas e saborosas. Os sabores são salgada com queijo, salgada com bacon, doce pura e doce com leite condensado. Já estão imaginando o cheirinho? 🍿

 

 

Sushi do Arnaldo / Foto: gastronomiaderua.com.br
Pipoca do Nelsinho / Foto: gastronomiaderua.com.br

.

 

 

Quem está pela orla também aproveita as nossas dicas!

 

Conhecer praias famosas, como Ipanema, com certeza você já anotou no script. E é ali, no Posto 9, que fica um lugar imperdível: o Sanduíche do Uruguaio. Milton Gonzalez, o criador da receita, faz tanto sucesso que até o chefe americano Anthony Bourdain já fez questão de experimentar. Super típico, o sanduba, à base de chimichurri (molho bastante usado nos pratos do Uruguai e Argentina), é recheado com carne grelhada à moda uruguaia. Uma verdadeira delícia!

 

Outra guloseima aprovada pelos frequentadores de Ipanema e praias vizinhas é o Hareburger. Um delicioso hambúrguer de soja criado pelo simpático Rafael Marques. O bacana desse sanduíche é que é uma opção vegetariana, muitas vezes difícil de encontrar por aí. O Hareburger começou na praia e hoje já tem lojas por vários endereços do Rio. Mas não se preocupe, porque eles ainda oferecem o sanduba para quem tá curtindo a beira-mar. É só ficar de olho que a toda hora passa um vendedor. 😉

 

Está na praia e avistou um vendedor de túnica e turbante? Diga olá pro Marquinhos, que vende as famosas Esfihas do Marquinhos. Ele é o responsável pela melhor esfiha da praia e está no ramo há pelo menos 30 anos. Os sabores são variados, pra agradar a todos os gostos (carne, berinjela, queijo minas com orégano, queijo com espinafre, frango, peito de peru com rúcula), mas com frequência Marquinhos inova e cria um sabor diferente. Bom demais. \o/

 

Sanduíche do Uruguaio / Foto: gastronomiaderua.com.br

Hareburge / Foto: hareburger.com
Hareburge / Foto: hareburger.com

Esfihas do Marquinhos / Foto: gastronomiaderua.com.br

 

 

E na cidade dos 40 graus, algo refrescante é obrigação! Nossa dica local pra saborear nas areias do Leblon são os Picolés do Morais, produzidos de forma artesanal e sem adição de conservantes. Avistou o carrinho do seu Morais? Então corre que lá tem delícias saudáveis na certa!

 

 

 

Bateu a fome? Então bora fazer esse rolê gastronômico e conhecer as delícias do Rio de Janeiro! A Cidade Maravilhosa tem gastronomia para todos os gostos, bolsos e paladares.

 

E um viva à boa mesa! 😁

 

 

 

 

 

Depois de turistar pelo paladar no Rio, relaxar com todo o conforto em um hotel é o que a gente mais precisa, né? Com infraestrutura incrível e localização privilegiada, melhor ainda. 😉 Vem escolher a melhor opção de hotel no Rio de Janeiro para relaxar e partiu viajar!