19.08.16 | Escrito por: O Bom de Viajar

Que tipo de mala você é? Por Patrick Vaysse

Uma mala com sotaque, estilo e muito bom gosto. Oui, tem uma valise francesa por aqui

 

Se esse texto fosse uma música, seria La vie en rose… Se fosse uma casa de espetáculos, seria o Moulin Rouge… Um rio, o Sena… Uma estilista, Coco Chanel… Uma valise, Louis Vuitton. Sentiu o clima? Pode fazer biquinho e responder que sim, ou melhor, oui . 😉

 

O convidado do Que tipo de mala você é? deste mês é viajado, sofisticado, luxuoso e internacional. Uma mala à francesa, com certeza.

 

O executivo francês Patrick Vaysse, diretor de operações da BHG, nos contou os segredos da sua elegante bagagem, cheia de requinte, cultura e paixão pelo mundo da hotelaria.

 

 

 

Foto perfume: site DimitrisGoes.

 

 

 

Bom gosto e equilíbrio entre o chique e o simples são os segredos de uma mala elegante, afirma Patrick Vaysse

 

 

 

Antes de desembarcar em terras brésiliens, em 2008, nosso franco-brasileiro (de coração) já trabalhou e morou na China, Tailândia, Nepal, Malásia, Indonésia, Colômbia, Venezuela e Equador – só pra citar alguns dos países. Tá bom pra você?!

 

O amor pela hotelaria começou muito cedo, quando ainda tinha 12 anos e morava na França com seus pais. Desde então, Patrick seguiu sua paixão e, após se formar pela École Hoteliere de Marseille, ganhou o mundo e não parou mais.

 

E aí, curiosos para saber como organizar uma mala chique, elegante e poderosa? Então siga com a gente, mon amour.

 

 

 

 

Patrick, estamos todos curiosos e queremos saber: como é a mala de um super executivo, que nasceu no berço da moda e já viajou e viveu em vários lugares do mundo? Como todas essas culturas influenciam nas suas escolhas do dia a dia?

 

Confesso que tenho várias malas… Muitas, inclusive, foram compradas durante viagens (algumas em boutiques e outras compradas em lojas, por necessidade mesmo). E vou aproveitar para responder essa pergunta com a minha experiência de alguns finais de semana atrás…

 

Viajei a trabalho para Recife, numa quinta-feira, para encontrar com várias pessoas (investidores e colaboradores), e aproveitei o fim de semana para encontrar um amigo, o artista e designer Sergio Matos, que me convidou para conhecer a FENEARTE e, especificamente, os trabalhos de povos indígenas do Amazonas. Para fechar o passeio, conheceríamos também uma pousada à beira-mar, a 50 minutos de Recife.

 

Um desafio e tanto para arrumar a mala, não é mesmo? E é claro que seria impossível voltar sem uma boa aquisição! Trouxe uma peça do artista Celio Arago, da Aldeia Boa Esperança, que era uma arraia esculpida na madeira com técnica de marchetaria, e uma fruteira feita por artesãos da etnia Baré. Essas peças tiveram a criação orientada pelo próprio Sergio Matos, para o projeto Brasil Original, que é bem bacana. E é claro que já ocuparam um bom espaço na mala, não é! rsrs

 

 

 

Por isso, minha primeira recomendação: não complicar! Optar pelo casual / informal, com roupas leves para se sentir cômodo no calor do Nordeste. E claro, não esquecer o principal: um par de óculos e um bom protetor solar!

 

 

 

 

Para alguém como você, que a vida profissional consiste estar em vários destinos diferentes o tempo todo, participando de reuniões, eventos sociais… Como faz para não errar nas escolhas e ter as peças adequadas, sem faltar nada? O que é indispensável na sua bagagem?

 

É essencial saber com quem você vai encontrar, o contexto da reunião, o evento… Eu opto pela roupa com estilo casual para reuniões de trabalho informais. Um blazer e um jeans Armani, com camisa de algodão branca, é sempre de bom tom.  A informalidade de uma polo slim fit, estilo vintage Lacoste, com malha petit pique stretch é ideial para praia e jantar com amigos.

 

 

Patrick, como ser despojado e elegante ao mesmo tempo? O que você faz para não errar a medida?

 

O bom gosto sempre! O equilíbrio perfeito do chic-simples com um toque trendy, que passa pela escolha de um relógio ou de um cinto mais exótico, como de jacaré ou cobra. Claro, ecológico!

 

 

Você curte moda? Tem marcas e/ou estilistas favoritos?

 

A paixão que a mulher tem pela bolsa, o homem tem pelo relógio! Eu sou suspeito pra falar, pois gosto muito de relógios, desde o modelo esportivo até aquele mais classudo, para usar apenas em ocasiões especiais. E por ser europeu, gosto das marcas Cartier e Bulgary. O relógio traz muita elegância ao homem e faz total diferença em uma reunião de negócios ou encontro informal.

 

 

 

Coleção Lina Cantillo

Curto muito perfume também. Sempre que viajo, nunca esqueço o meu perfume da Hermès, com a essência que escolhi e já uso por vários anos: pimenta negra. Não se trata de um perfume, se trata de uma essência de pimenta negra. Muito sensual, muito leve… Uma explosão de emoções. Em relação à roupas, sou fã e amigo de longa data da estilista colombiana Lina Cantillo, ela sempre me ajuda com as produções.

 

O que mais te chama atenção no estilo brasileiro de se vestir?

 

A informalidade, a mochila e as Havaianas! Ah, e também algumas marcas inspiradoras como a Osklen.

 

perfume relogio




 

Conta pra gente uma das suas melhores lembranças de viagem mundo afora.

 

Em outubro do ano passado fui à Tailândia, passei alguns dias em Bangkok e lembro-me de ser um dia muito especial. Fomos jantar em um restaurante de fusion cuisine indiana, o restaurante Gaggan, o número 8 da Ásia. A comida foi simplesmente deliciosa, a apresentação era muito sofisticada, com muita criatividade. Cada prato vinha com uma história, um encontro com a cultura e os produtos nativos da Tailândia. 

 

 

Hoje o Brasil é seu lar… Conta pra gente qual é o seu cantinho favorito nesse país gigantesco?

 

Tem um lugar maravilhoso no Nordeste, ao lado de Pipa, em Tibau do Sul.  Nesse lugar tem a casa de um amigo francês que fica sobre a falésia, com vista pro mar. Lá não tem telefone, não tem televisão e nem internet. Apenas a beleza natural do mar. Esse é o meu cantinho favorito no Brasil.

 

Saber equilibrar a vida com simplicidade e sofisticação com certeza é uma arte. 😉

 

Então anota essas dicas valiosas e bon voyage!

Tags

#Lifestyle#Pelo Mundo#Viagem

Posts relacionados