12.09.16 | Escrito por: O Bom de Viajar

Para se dar bem em Curitiba

Nossas dicas para curtir da melhor forma a cidade do bem viver

Quando o assunto é arquitetura, urbanismo, mobilidade e cuidado com o meio ambiente, Curitiba sai na frente e dá exemplo de cidade pensada para o bem-estar dos moradores e turistas.

 

Ruas e avenidas largas e limpas, ciclovias que cruzam a capital, modelo de transporte público copiado por 300 outros municípios, além dos mais de 30 parques e bosques garantindo o ar puro da galera. Maravilha, né? 😀

 

E entre tantos cartões-postais, como Jardim Botânico e o teatro Ópera de Arame, o que mais podemos curtir lá? Já vamos adiantar: Curitiba é uma cidade pra pedalar, passear devagar e respirar fundo, apreciar arquitetura… Ah! Comer e beber muito bem também.

 

E aí, ficou a fim de explorar? Então vem, que o expresso do Bomde pela terra da capivara vai partir.

 

Curitiba por Insiders

 

Sejam bem-vindos a Curitiba, uma cidade pensada para o bem-viver

 

 

Que tipo de viajante você é? Gosta de conhecer a cidade pedalando numa bike? Ou prefere que a gastronomia seja o seu guia? Caminhar sem rumo faz a sua cabeça? Ou não pode faltar natureza? Se respondeu ‘sim, é isso!’ para uma ou mais dessas opções, parabéns! Você se deu bem. Curitiba é o tipo de cidade pensada para viver bem… Sentir-se bem.

 

Parques lindos e arborizados (que não perdem pro Central Park, em NY), aproximadamente 190 km de vias para passear de bicicleta, um bairro inteirinho dedicado à boa mesa, sem falar no clima ameno, ideal pra turistar sem sofrimento. PS: até dizem que pode fazer as quatro estações por lá em um só dia.

 

Partiu?

 

 Gastronomia

 

FELICIDADE NA MESA

 

De origem italiana, o bairro Santa Felicidade tem as melhores opções de cantinas e restaurantes com as maravilhas da gastronomia da nonna, com a vantagem de estar super perto do Centro, mais ou menos uns 7 km.

 

E para abrir os trabalhos à mesa, nossa dica é o tradicional restaurante Madalosso, inaugurado em 1963 por descendentes italianos. Caponata, risoto, lasanha, canelone, rondelli e todas as maravilhas da cozinha da mamma estão lá. Ah, e pra quem quiser levar uma lembrança dessa experiência, pode escolher um souvenir da Vila Madalosso, que fica em frente ao resto.  

 

O bairro é italiano, mas tem sabores pra todos os gostos. Se quiser experimentar uma autêntica comida franco-suíça, o lugar é o restaurante Chalet Suisse, do chef Arthur Saredi (de origem suíça). Pratos sofisticados, num clima aconchegante. É culinária europeia pra se sentir nos Alpes.

 

Santa Felicidade é o paraíso da comida em Curitiba. Quer churrascaria? Vai achar. Pizzaria? Claro, gente. Prefere uma paella? Tem também. E uma padaria daquelas de cinema? A PaniCiello é de enlouquecer. É confeitaria, cafeteria e padaria. Então assim, qualquer delícia que você imaginar, tem lá.

 

E pra quem quer ficar hospedado perto dessa festa gastronômica, o hotel Tulip Inn Santa Felicidade está pertinho de tudo isso.

 

Já deu pra sentir que uma passada nesse bairro vai ser só alegria, né?! 😀

 

 

 

 

 

 

Hotel Tulip Inn Santa Felicidade. Clique na foto para ver mais.
Hotel Tulip Inn Santa Felicidade. Clique na foto para ver mais.

 

DE LÁ PARA CÁ

 

Quem já viajou para as grandes cidades brasileiras a trabalho ou lazer sabe que usar ônibus nem sempre é a nossa primeira opção, devido aos problemas conhecidos, como lentidão ou superlotação, por exemplo.

 

Transporte

Mas, na capital paranaense, você pode se surpreender com a eficiência do transporte coletivo e mobilidade em geral. Apesar de não ter metrô ou trem, os ônibus costumam ser rápidos e conectam a capital com a região metropolitana através das famosas estações tubo (rede integrada de transporte).

 

Então, se você é adepto ao uso de transporte público, essa é uma ótima oportunidade de experimentar esse inovador modelo.


E pra quem curte as várias paisagens que um passeio de bike proporciona, você está no lugar certo. Curitiba tem rotas cicloviárias e clicoturísticas a escolher. Tem área destinada ao lazer com bike (ciclolazer), grupos de pedaladas, além de vários eventos para os amantes das duas rodas. E pra melhorar, um projeto de uma empresa japonesa em conjunto com a prefeitura local, vai gerar energia para a iluminação das ruas através das ciclovias a partir do segundo semestre desse ano. Não é demais?! Então pegue a sua bike (saiba onde alugar aqui) e bom passeio!

 

Quem gosta de praticidade e de ver a cidade de cima, a linha turismo percorre os principais pontos turísticos de Curitiba em aproximadamente 2 horas. O legal é que você pode embarcar no ônibus em qualquer um dos pontos do trajeto. Além disso, você pode descer e curtir algum lugar que quiser e esperar o próximo bus, que circula de 30 em 30 minutos. A linha passa por diversos parques e outros lugares bacanas da capital.  

 

 

 

Curitiba leva a fama de cidade verde: são 64,5 metros quadrados de área verde por habitante

 

 

VERDE QUE TE QUERO

 

Caminhadas, piqueniques e qualquer outra atividade ao ar livre que você pensar podem ser feitas por lá. São tantos parques, que pra quem quiser curtir um por dia, pode levar um mês para conhecer todos. Por isso, Curitiba leva a fama de cidade verde: são 64,5 metros quadrados de área verde por habitante.

 

A grande estrela é o Jardim Botânico, com belas flores e uma grande estufa de vidro gigante no centro do parque. Além de todas as belezas naturais, o lugar tem um museu e um espaço cultural onde rolam exposições e serviços de educação ambiental. Não dá pra deixar de conhecer.

 

No Parque Tanguá você pode curtir o mirante, a cascata e um jardim francês. Mas não se assuste se você cruzar com um gambá ou tatu: a fauna local é super rica. Tem uma infra pra quem quer passar o dia todo, com estacionamento e restaurante.

 

Já o Parque Tingui é indicado para fazer esportes como corridas, bike e até jogar futebol. Mas se você quiser assar uma carne com os amigos, tem churrasqueira disponível para reunir a galera. Outra atração desse parque é o Memorial Ucraniano, com uma réplica de uma igreja ucraniana, em homenagem a influência desse povo na cultura de Curitiba.

 

 

 

Jardim Botânico

Tangua

Tingui

 

 

 

Se quiser ficar perto dessa beleza de parque, pode se hospedar no hotel Tulip Inn Curitiba Batel. Vai ficar bem fácil aproveitar. 

 

No Parque Barigui tem o Museu do Automóvel, academia ao ar livre (é só chegar, é de uso free), pavilhão de exposições, parque de diversões, muitos bares e restaurantes, pista de patinação e até heliponto. Tá bom ou quer mais? 😀

 

Seguindo por ordem alfabética ainda tem: bosque Alemão, bosque Boa Vista, bosque C. Imbuia, Fazendinha, Gutierrez, Italiano… Até o Passeio Público. Então confere aqui qual deles tem mais a ver com o seu estilo, tempo disponível e localização.

 

O legal é que todos os parques e bosques têm um visual incrível, atrações bacanas e são super bem cuidados. Vale muito a pena!

 

 

 

Barigui

Hotel Tulip Inn Curitiba Batel. Clique na foto para ver mais.
Hotel Tulip Inn Curitiba Batel. Clique na foto para ver mais.

 

 

ÓPERA DE ARAME

 

Mesmo que não tenha nada em cartaz do seu interesse no teatro Ópera de Arame, o lugar merece uma visita pela beleza e arquitetura. Todo transparente e com estruturas de ferro em forma de tubo, o teatro fica instalado entre lagos, cascatas e muito verde.

 

 

FREE WALKING NO CENTRO

 

O melhor local para a prática de free walking tour, ou seja, passeio a pé, é pelo centro histórico de Curitiba. Todos os sábados, grupos de pessoas se encontram para conhecer os principais pontos turísticos com guias. Prédios, monumentos e muita história num tour descontraído e superleve. É um jeito divertido de conhecer a cidade e, de quebra, conhecer pessoas também.

 

Também feito a pé, mas com foco na comida de bar, o Tour Comida de Boteco faz um passeio para saborear os melhores petiscos e aperitivos da cidade, alternando as rotas e bairros conforme a semana. Me leva! 😀

 

 

MON – MAIOR MUSEU DA AMÉRICA LATINA

 

O Museu Oscar Niemeyer é super moderno com diversas exposições com foco em artes visuais, arquitetura, urbanismo e design. Seus 17 mil metros quadrados de área exclusivos para exposição fazem dele o maior museu da América Latina. Quer conferir? Funciona de terça a domingo, sendo às quartas com entrada gratuita.

 

 

 

Centro de Curitiba

Opera de Arame

 

Museu Oscar Niemeyer

 

 

Comida de Bar

 

 


+ HOSPEDAGEM

 

A gente já falou de opções de hospedagem pra facilitar a sua vida de acordo com cada passeio. Aqui mais uma opção de hotel pertinho da cidade, pra ajudar a sua escolha:

 

 

Tulip Inn Sao Jose

 

Tulip Inn São José dos Pinhais

(coladinho no aeroporto)

 

 

 

E aí galera, alguma dúvida que essa trip vai ser incrível? A cidade modelo te espera. Quem sabe a gente se cruza por lá? 😀 Bora viajar e até o próximo destino!