17.01.17 | Escrito por: O Bom de Viajar

Um roteiro por Sete Lagoas e Uberlândia

Pegamos a estrada rumo ao interior de Minas Gerais: ô trem bom!

Conteúdo atualizado em 21 de janeiro de 2019.

 

Minas tem mil motivos pra gente querer ir correndo pra lá: culinária m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a, uma das melhores cachaças artesanais do país e cidades históricas incríveis. E quando você pensa que já viu e experimentou tudo de bom que a terra do pão do queijo tem a oferecer, eis surgiram na nossa rota mais opções. Ô trem bom! 😀

 

Desbravadores do nosso Brasil, bora em busca de aventura em meio à natureza e do jeitinho sossegado que só o interior de Gerais tem. Sete Lagoas e Uberlândia, aqui vamos nós!

 

Foto da lagoa Paulino com chamada com os dizeres: Descubra o que fazer em sete lagoas e uberlândia

Sete Lagoas e Uberlândia: um roteiro por Minas muito além do pão do queijo!

 

 

A alegria do viajante é sempre ter um novo destino no mapa, não é? E se tem um lugar especial nesse Brasilzão, com um jeitinho único e pronto para ser explorado a qualquer momento, esse lugar é Minas Gerais.

 

Dessa vez, o Bomde pegou a estrada pra turistar lá pelas bandas do interior, passando por Sete Lagoas e Uberlândia (Berlândia, para os íntimos).

 

Sua vibe é sossego, natureza e sentir que a vida pode ser bem tranquila? Quer descobrir o que fazer em Sete Lagoas e em Uberlândia? Então vem com a gente!

 

 

 

Sete Lagoas
Sete Lagoas
Sete Lagoas
Sete Lagoas
Sete Lagoas

 

 

Primeira parada: Sete Lagoas

 

O nome da cidade já entrega o que ela tem de melhor: natureza em abundância. Lagoa Paulino, Boa Vista, José Félix, Cercadinho, Matadouro, Catarina e Chácara são as lagoas que dão sentido ao nome da cidade, sendo perfeitas para passear.

 

Prato contendo carne e fatias de limão
Prato do @icebergsetelagoas

A Lagoa Paulino é a principal delas e fica bem no centro da cidade. Dá pra andar de pedalinho, provar delícias locais nos restaurantes e bares da orla e, aos fins de semana, curtir a feirinha de artesanato que rola por lá. O Iceberg Bar Lounge é uma ótima opção de restaurante, perfeito para saborear petiscos com uma vista incrível do lago.

Pra quem curte esportes ao ar livre, a Lagoa Boa Vista é perfeita. Tem pista para caminhada, patinação, skate, bicicleta e até campo de futebol. O Parque Náutico da Boa Vista é o lugar para eventos e festas, com trailers e restaurantes em sua orla.

 

 

Onde comer em Sete Lagoas

 

Se você está com fome de pizza, sua parada é na A Francesinha Pizzeria de France. Para opções self-service, vá até os restaurantes Eufrasio Gourmet e Leite ao Pé da Vaca. O segundo também tem rodízio de churrasco. O Restaurante Fogão de Minas é o lugar para comer comida típica da região. E, se você der uma voltinha pela Lagoa Paulino, vai encontrar ainda mais opções de bares e restaurantes para curtir uma boa refeição.

 

 

+ Natureza

 

Quer um mirante para visitar, ter aquela vista incrível de toda a cidade e nunca mais tirar essa imagem da cabeça? Então corra pra Serra de Santa Helena, o ponto de maior altitude da cidade. Caminhada, piquenique, passeio de bike e até parapente tá valendo por lá. E não se esqueça de dar uma passada na linda Capelinha de Santa Helena.

 

Com trilhas em torno de uma represa, gramados super verdinhos e uma infra ótima para lazer, o Parque da Cascata é a dica pra quem quer um passeio em meio à mata nativa com o bônus de uma cascata de 35 metros de altura no caminho. A vista do mirante é demais!

 

Capela Santa Helena em Uberlândia
Capelinha de Santa Helena

Parque da Cascata em Uberlândia
Parque da Cascata

 

 

Gruta Rei do Mato

 

Foto interna da gruta rei do mato, na foto é possível observar uma estrada e todo o processo de lapidação do tempo e água.
Foto por @sooulfotografia

 

Sete Lagoas tem 24 grutas catalogadas. Não é pouca coisa não! A mais famosa delas é a Gruta Rei do Mato. São quase mil metros de extensão, sendo 220 deles abertos para visitação. A gruta tem quatro salões, que podem ser acessadas através de passarelas e escadarias.

 

Uma das grandes atrações são as diversas pinturas rupestres e vestígios pré-históricos que não existem em nenhuma outra gruta brasileira. Essas pinturas já estão por lá há 6 mil anos. Outro fato muito interessante sobre a Gruta Rei do Mato é que ela é considerada uma gruta viva, pois ainda está em processo de formação pela ação da água. Uma beleza natural sem fim!

Imagem com dicas para melhor aproveitar a Gruta Rei do Mato

 

 

E pra ficar perto de tudo e explorar os pontos turísticos de Sete Lagoas e suas diversas belezas, o Tulip Inn Sete Lagoas é a nossa dica de hospedagem na cidade. Mordomia e conforto pra relaxar depois dos passeios? É pra fechar com chave-de-ouro sua trip por Sete Lagoas. 😉



Depois de explorarmos tudo de melhor em Sete Lagoas, é hora pegar a estrada e partir para Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Prontos? Sim!

 

 

Segunda parada: Uberlândia

 

E seguindo na vibe de Sete Lagoas, nós partimos rumo a Uberlândia em busca de natureza, é claro. E para a alegria geral da nação, beleza natural e sossego não faltam por lá. Que felicidade!

 

Vamos começar pelo Parque do Sabiá, parada obrigatória e que rende um dia inteirinho de muita diversão. Prepare as pernas, porque o parque tem uma área muito grande com várias atrações: zoológico, aquário, viveiro, piscina, um lago gigante, muitas árvores e um bosque onde o pau-brasil é rei. Além de tudo isso, ainda tem campo de futebol, parque infantil e uma pista de corrida onde outros esportes podem ser praticados tranquilamente. Só não pode levar bichinhos de estimação junto para o passeio (para não perturbar os animais do zoológico), tá bem?

 

Foto do parque do sábia com muito verde e uma estrada para caminhar
Parque do Sábia. Foto por /ParquedoSabiaUberlandia
Foto de um lago com pedalinhos em formato de cisnes no parque do sábia
Lagoa do Parque. do Sábia Foto por /ParquedoSabiaUberlandia

 

Foto de pessoas caminhando em uma via no parque do sábia
Caminhada no Parque do Sábia. Foto por /ParquedoSabiaUberlandia

 

 

Um dos cartões-postais da cidade, localizado bem na região central, é a simpática Praça Tubal Vilela. Super arborizada, seus banquinhos e chafariz fazem valer uma caminhada de fim de tarde. Outro famoso ponto turístico de Uberlândia é o Reservatório da Usina de Miranda, que fica mais ou menos a 25 km do centro. A paisagem é linda e atrai muitos turistas. Por lá também está localizado o Parque dos Dinossauros, uma parada imperdível para quem viaja com crianças. As réplicas em tamanho real sempre impressionam. Esse é pra Steven Spielberg nenhum botar defeito! 😀

 

Foto do pô do sol na Praça Tubal Vilela
Foto por @magico_olho

 

O Mercado Municipal de Uberlândia é mais um espaço bem bacana para você visitar durante sua estada na cidade. Lá você encontra produtos artesanais (doces, queijos, frutas e muito mais), além de cachaças típicas e lojinhas de artesanato. O Museu Municipal de Uberlândia também é um ponto turístico cultural que vale a visita. O espaço conta com diversas exposições que retratam, entre outros temas, a história da cidade.

 

 

Grutas em Uberlândia

 

Por último, não poderíamos deixar de falar nas belas cachoeiras em Uberlândia. Os aventureiros de plantão vão adorar! Trilhas entre matas e a recompensa de se refrescar na queda de uma cachoeira no final, não tem preço!

 

Cachoeira do Sucupira: tem 15m de altura e fica no rio Uberabinha.


Cachoeira dos Namorados: tem 21m de altura e fica bem pertinho daCachoeira do Sucupira, na descida do mesmo sentido da correnteza, no Ribeirão Estiva.


Cachoeira Bom Jardim: tem 11m de altura e 70m de comprimento.


Cachoeira dos Macacos: são 70m de altura que fazem dessa cachoeira um verdadeiro espetáculo visual. Se você curte turismo de aventura, dá até pra fazer rapel por lá.

 

Uau! Nossa trip pelo interior de Minas foi super legal e já deixou a gente com gostinho de quero mais. Essa viagem contou com dicas da Luana e do Marden do @turismodeminas.

 

Agora é só arrumar as malas e explorar o interior de Minas Gerais! Partiu?