23.02.17 | Escrito por: O Bom de Viajar

Alô, Cuiabá!

Um roteiro com dicas bem locais pela capital do Mato Grosso

Localizada exatamente no centro da América do Sul, Cuiabá é um desses destinos que a gente tem que visitar pelo menos uma vez na vida. Engana-se quem pensa que só de agronegócio vive a região: Cuiabá é cultura, é gastronomia, é beleza natural e é mais um dos encantos desse nosso Brasil. 🙂

 

E pra você se apaixonar de vez pelo destino, nós preparamos um roteiro bem diferentão e insider sobre o que fazer em Cuiabá, pra curtir o melhor da cidade como um verdadeiro cuiabano. \o/ Vem com o Bomde!

 

 

Vista de Cuiabá
Por @cuiabacool
Vista de Cuiabá
Por @cuiabacool
Vista aérea de Cuiabá
Por @aurivandomaciel

 

Cuiabá reserva muita coisa boa: da gastronomia típica às belezas do Pantanal, é impossível não se apaixonar!

 

 

 

PRA CURTIR UM HAPPY HOUR EM CUIABÁ

 

Rodízio de costelinha de porco ao molho barbecue.
Delícias do Detroit Steak House

 

Bebida gelada e sanduíche de boteco.
Bebida gelada e sanduíche de boteco são atração do Ditado Popular

Cuiabá é uma cidade quente. BEM quente. Por isso, é muito comum o pessoal sair do trabalho por lá e já ir aproveitar o fim do dia em um happy hour delicinha.

 

O Detroit Steak House fica no Shopping Goiabeiras e é ponto de encontro em Cuiabá. A dica é aproveitar o rodízio de costelinha de porco ao molho barbecue e aproveitar a bebida em dobro, que rola até às 20h. Mas pra quem senta na varanda (do lado de fora do shopping) a bebida vem dobrada até às 22h. Isso sim que é happy hour, hein? 😉

 

Nos bairros Goiabeiras e Popular, não faltam opções de bares em Cuiabá com mesas na calçada e muito chopp pra quem quer curtir as noites quentes da cidade. O Ditado Popular é um bar é conhecido pela bebida gelada, petiscos variados e música boa: é ou não é a melhor combinação?

 

Agora, se você gosta de um ambiente mais badalado, a Praça Popular é o lugar perfeito para o seu happy hour em Cuiabá. São vários bares, sempre com muita gente animada, mandando o calor cuiabano embora com uma boa bebida gelada. Não deixe de experimentar o Cozumel (chopp num “copo sujo” de sal na borda, com suco de limão e uma pedra de gelo), que é uma delícia! 🙂

 

Pra quem curte uma vibe mais boteco, a dica é dar um pulinho na Praça da Mandioca, que fica no Centro Histórico da cidade. A praça foi redescoberta pelos cuiabanos recentemente e é chamada de “Lapa Cuiabana”, graças à quantidade de bares e diferentes públicos que circulam por lá.

 

Pra quem gosta de MPB de qualidade, o SESC Arsenal é a escolha perfeita pro happy hour. Chopp gelado, ambiente agradável com jardim e preço acessível. Uma das melhores opções de Cuiabá pra curtir com os amigos ou a família. Também tem uma programação cultural bacana que rola por lá, então vale a pena ficar ligado no calendário quando você estiver na cidade.

 

Pra encerrar a noite, os cuiabanos costumam ir ao Choppão, famoso por servir o Escaldado: um caldo preparado com frango, ovos, farinha de mandioca e temperos diversos que, segundo os cuiabanos, tem o poder de prevenir e curar a ressaca. 😉 Bora experimentar, né?

Pç. da Mandioca por @comidaselugarescuiaba

 

Deliciosos pratos do Choppão
Deliciosos pratos do Choppão

 

 

 

TURISMO EM CUIABÁ PARA ATUALIZAR O INSTAGRAM

 

É impossível turistar sem tirar uma única selfiezinha, né? Aliás, fotografar é uma das inúmeras coisas bacanas pra se fazer durante uma viagem (nós inclusive já demos várias dicas por aqui pra você arrasar nas fotos de viagem). E em Cuiabá existem vários pontos turísticos bem legais que vão garantir vários likes no Instagram. 😉

 

O Centro Geodésico da América do Sul é o primeiro deles. O monumento é um obelisco que marca exatamente o ponto central da América do Sul. Visita que não pode faltar durante a sua viagem.

 

Outra construção lindona que vale a visita – e a foto! – é a Catedral Metropolitana Basílica do Senhor Bom Jesus. No interior dela há diversas imagens do século XVIII, além da cripta onde estão enterradas autoridades locais, como o próprio fundador de Cuiabá. A Catedral também possui o maior Mosaico do mundo do Cristo Rei, feito pedrinha por pedrinha por crianças carentes. <3 

 

O Museu do Morro da Caixa D’água também é um espaço de arte incrível e super diferente que vale conhecer. Ele funciona em uma caixa d’água beeem antiga, inaugurada em 1882, e foi transformado em museu em 2007. Além do ambiente, que por si só já é bem legal, a mostra fixa reúne obras diversificadas.

 

A Casa do Artesão vale a visita não só pelas belezas do artesanato, mas também pela própria estrutura do prédio, que foi tombado como patrimônio histórico em 1983. A Casa do Artesão é um dos pontos mais legais de Cuiabá, e certamente lá você vai encontrar um belo souvenir pra levar pra casa.

 

 

Obelisco do Centro Geodésico
Centro Geodésico por @rmaffezoli

 

Museu da Caixa D'água
Museu da Caixa D’água por @gledsonraymundo
Casa do Artesão
Casa do Artesão por @samara.valencio

 

Museu da Caixa D'água
Museu da Caixa D’água por @rafaelwendel

 

 

Outro lugar que vale a pena conhecer é o bairro Porto, que passou por uma grande revitalização recentemente: tem um calçadão com ciclovia, áreas de contemplação, a Vila Cuiabana (local destinado a quem quiser conhecer mais da história de Cuiabá), espaço para bares, além do Museu do Rio e do Aquário Municipal.

 

Muita coisa pra conhecer, hein? 🙂

 

 

 

PARQUES EM CUIABÁ PARA CURTIR A NATUREZA

 

O Parque Mãe Bonifácia é uma área verde cheia de trilhas e pistas de caminhada. Lá é possível observar animais silvestres típicos da região do Cerrado, como macacos e cotias. O parque também conta com um mirante, de onde é possível enxergar boa parte do centro da cidade.

 

O apelido de Cuiabá de “Cidade Verde” não é à toa: recentemente foram inaugurados dois parques na capital mato-grossense. Um deles é o Parque Tia Nair, que tem pista de caminhada, tirolesa e pedalinho. O outro é o Parque das Águas, que além da pista de caminhada e ciclovia, também conta com o Túnel da Água (um túnel com 14 metros de extensão, cheio de água, que vai mudando de cor graças a um jogo de luzes) e o Splash Zone (jatos de água que saem do chão e sobem até 10 metros de altura). É demais! \o/

 

 

Parque Tia Nair
Parque Tia Nair por @memanoel
Parque das Águas
Parque das Águas por @cuiabacool

 

 

A Chapada dos Guimarães fica nos arredores de Cuiabá – a 69 km da cidade – e é um dos passeios que você precisa incluir no roteiro quando estiver por lá.

 

 

Cachoeira Véu de Noiva
Cachoeira Véu de Noiva

Os paredões de arenito alaranjado são clássicos e certamente vão te deixar de queixo caído. Lá fica um dos cartões-postais da Chapada dos Guimarães: a cachoeira Véu de Noiva. Com 86 metros de queda, a vista do alto é sensacional e inesquecível. Todo o caminho até o mirante da cachoeira é feito na companhia de monitores, e a trilha até lá tem 550 metros de extensão.

 

 

E é claro que a gente não deixaria de falar no Pantanal, né? Há várias razões pelas quais esse é um clássico que sempre vem à mente assim que falamos na região do Mato Grosso, mas a biodiversidade é certamente uma das principais. A fauna e a flora da região são riquíssimas, e as belezas naturais são de encantar os olhos.

 

 

Bela arara azul no Pantanal
Pantanal por @cuiabacool
Estrada sobre lagoa no Pantanal
Pantanal por @zenrumo

 

Lagoa, barco e vitórias-régias.
Pantanal por @cuiabacool

 

 

A melhor época pra turismo no Pantanal é durante o período da seca, de julho a dezembro. É possível alugar barcos e fazer um passeio por toda a extensão do Pantanal, e também há vários lugares pra apreciar uma boa comida típica. Ah, e não se esqueça de passear pela Transpantaneira, a Rodovia MT-060, que corta o pantanal do Mato Grosso ligando a pequena cidade de Poconé ao distrito de Porto Jofre, já na divisa com Mato Grosso do Sul. 

 

Outra experiência bem bacana é viver um dia de pantaneiro, que é basicamente montar em um cavalo e andar pelas áreas alagadas da região. Uma experiência super autêntica, que a gente recomenda! 😉

 

 

 

O MELHOR DA GASTRONOMIA DE CUIABÁ

 

A culinária cuiabana é bem diversificada, saborosa e usa muitos ingredientes regionais, como os peixes de água doce. Pacu, Pintado, Piraputanga (chamada pelos cuiabanos de Pêra) ganham destaque em pratos como Piraputanga Assada, Mojica de Pintado (uma espécie de moqueca feita com pintado em cubos, mandioca e temperos) e filé de pintado empanado e frito, a Ventrecha de Pacu (nome dado à Costela do Pacu por lá).

 

 

Pacu, Pintado e Piraputanga
Os peixes Pacu, Pintado e Piraputanga são atração da gastronomia regional (@regionalissimo)

 

 

Na região, é possível ainda se deliciar com carnes exóticas, como a carne de jacaré. Apesar da fama dos peixes, outras delícias que merecem destaque são a farofa de banana e a paçoca de pilão (carne de sol frita preparada no pilão com farinha de mandioca). Já dá fome só de falar!

 

 

Mahalo, da chef Ariani Malouf, por @mahalocozinhacriativa

 

Lélis Peixaria
Lélis Peixaria, famosa por seu rodízio, por @saboreie

 

Restaurante Cacalo
Cacalo por @rangonacidade

O Bulixo fica no SESC Arsenal e é uma feira gastronômica cheia de delícias regionais pra você experimentar. O evento rola nas quintas-feiras, a partir das 18h, e reúne várias barraquinhas com o melhor da cozinha de Cuiabá. A nossa dica é experimentar o prato Maria Izabel (carne, arroz e farofa de banana) e o bolo de arroz: ambos são pratos super populares entre os cuiabanos.

 

Pra quem quiser experimentar um tradicional “tchá cô bolo”, a nossa dica é visitar o restaurante Dona EuláliaEle é referência em Cuiabá há vários anos e começa a servir o café da manhã a partir das 5:30 da manhã! Os pratos campeões são o bolo de arroz e o bolo de queijo, assados no forno à lenha que fica no próprio salão onde são servidos. O local é ponto de encontro dos que estão começando o dia e terminando a noite.

 

Já quem prefere um ambiente mais descolado e badalado, o Mahalo é o point ideal. Comandado pela chef Ariani Malouf, a proposta do restaurante é unir ingredientes e receitas das gastronomias francesa, italiana e libanesa, e o ambiente é um misto entre o rústico e o contemporâneo.

 

E é claro que não dá pra ir embora de Cuiabá sem experimentar os pratos feitos com peixe, né? Uma boa pedida pra experimentar toda essa variedade gastronômica é apostar em rodízios, como os dos restaurantes Lélis Peixaria, Restaurante Cacalo e Peixaria Mirante das Águas (que fica na cidade vizinha de Várzea Grande, do outro lado do Rio Cuiabá).

 

Agora, se você prefere apreciar um bom prato a la carte, temos uma dica valiosa pra te dar: experimente o filé de Pintado grelhado com molho de camarão e alcaparras no restaurante Forno e Fogão, no hotel Golden Tulip Cuiabá. É uma verdadeira m-a-r-a-v-i-l-h-a!

 

E pra quem não dispensa uma sobremesa depois das refeições, a dica é conhecer a Sorveteria Nevaska. Lá você encontra desde os sabores tradicionais até sorvetes regionais deliciosos: bocaiuva, pequi, tamarindo, entre outros. Perfeito pra espantar o calor de Cuiabá, né?

 

 

Sorveteria Nebraska
Sorveteria Nebraska por @camybaganha
Sorveteria Nebraska
Sorveteria Nebraska por @paulinha_pfa

 

 

 

UM HOTEL EM CUIABÁ PARA SE SENTIR EM CASA

 

Curtir todo esse roteiro em Cuiabá com certeza vai deixar você cansado. Então, nossa dica é relaxar com todo conforto e tranquilidade no hotel Golden Tulip Cuiabá, que fica a 1 km do Centro Histórico e tem fácil acesso ao Aeroporto Marechal Rondon.

 

 

Piscina do hotel
Piscina do hotel

 

 

O hotel tem uma piscina super bacana, perfeita pra um mergulho no fim do dia (pra mandar o calorão cuiabano embora), um restaurante delicioso e academia, pra quem não abre mão da rotina de exercícios, mesmo durante as viagens.

 

E aí, já ficou com vontade de arrumar as malas e conhecer cada cantinho de Cuiabá em uma experiência bem insider? Então vem! \o/

 

Ah, e o nosso obrigado especial pela colaboração e pelas dicas super insiders deste post vão para o Paulo Henrique Soares Gatto, nosso amigo, viajante de plantão e cuiabano da gema! 😉