28.04.17 | Escrito por: O Bom de Viajar

BuzzBomde: souvenirs de viagem

As histórias e memórias de viagens em forma de lembrancinha

O que é o que é?

 

 

Kim Kardashian sem entender nada.

 

 

• Para alguns é item indispensável e não pode faltar (jamais. nunca. nunquinha.) na bagagem.

 

• Não está com você antes da viagem começar. Mas com certeza vai estar na volta.

 

 

• Quando fica sabendo sobre a sua viagem, lá vem o amigo com a sua wishlist.

 

 

 

 

Não sacou ainda? Ok, vamos dar mais algumas dicas. 😉

 

 

• Pode fazer a gente passar o maior perrengue na alfândega.

• Vira objeto de decoração.

• Alguns preferem dar de presente.

• E tem viajante até comendo.

 

 

Elmo, dos Muppets, dá de ombros.
 

 

Agora ficou fácil, né?

 

É claro que estamos falando dos souvenirs de viagem. As famosas lembrancinhas que fazem parte do roteiro de qualquer viajante e dão graça às memórias das trips.

Imagem abertura do post - Souvenirs de Viagem

Qual a graça de viajar e não trazer uma lembrancinha do destino visitado, né?

 

 

 

Viajar e não trazer na mala uma lembrancinha do destino visitado é praticamente como se não tivéssemos feito a viagem. Exagero?

 

Explica então como lidar (sobreviver) com a ideia de ter ido a Nova Iorque e não ter comprado pra prima ao menos um chaveiro I NY? Ou, ter visitado a Bahia e não ter trazido na mala algumas fitinhas do Senhor do Bomfim pra distribuir para os amigos?

 

Fizemos uma lista pra gente se divertir um pouco com esses pequenos ou grandes objetos que fazem parte da vida e da memória de qualquer viajante que se preze.

 

 

 

Tipos de souvenirs

 

 

GIF-montagem, turista pega a Torre Eiffel com as mãos.

 

Como classificar uma lembrancinha de viagem?

 

Afinal, quase tudo que encontramos durante uma trip pode virar “lembrancinha”.

 

Dito isso, chegamos à conclusão que os souvenirs têm muito mais a ver com o tipo de viajante que somos do que com qualquer outra coisa. 🙂

 

 

O clássico

 

Podemos viajar todos os anos, ter toda a experiência do mundo, mas acabamos sucumbindo, em algum momento, aos objetos clássicos de viagens.

 

No ranking dos mais pedidos estão: a coleção interminável da linha l NY, I London, I São Paulo, I Rio, I o mundo inteiro.

 

 

Desconhecido fazendo dancinha em estádio com camiseta I love New York.
 

 

E pode abrir a mala do amigo que apostamos que um desses itens você vai achar: chaveiro, miniatura do Cristo Redentor, cuia de chimarrão, abridor de garrafa estilizado e até globo de neve de destino onde nunca sequer nevou.

 

Quem nunca? 😀

 

Ah, e é claro que em terras verde-amarelo, não pode faltar o clássico:

 

Estive em __________ insira aqui o seu destino__________ e lembrei-me de você.

 

Quem nunca ganhou um desses, que atire a primeira pedra – ou lembrancinha.

 

 

O colecionador

 

 

Jennifer Anniston tapando o rosto com as mãos com traje de spa.

 

 

Esse cara pode até planejar uma viagem apenas pensando no objeto desejo da coleção!

 

E quando não viaja, nem fica com vergonha de pedir. Mesmo se o viajante em questão esteja em Lua de Mel.

 

Os itens são os mais variados. Tem gente que coleciona caneta, caneca, quadrinho, prato decorativo, tampinha de garrafa, camiseta…

 

Muitas vezes o colecionador já causou tanta comoção que os amigos já trazem voluntariamente o souvenir em questão.

 

 

O queridão

 

Esse não esquece ninguém. Em todas as trips faz questão de comprar uma lembrancinha pra todo mundo. Inclua na lista: amigos, colegas de trabalho, familiares, ex-namorada, vizinho, chefe, porteiro, prima de 3º grau…

 

E a galera já fica esperando a sua volta, fazendo de conta que não sabia do presente.

 

 

Bebê com bocão de surpresa segurando presente.

Mulher fingindo surpresa.

 

 

O organizado

 

É do tipo que prepara a listinha e faz até roteiro de compras para não correr o risco de deixar algo pra trás. Quer saber onde ficam as melhores lojas de souvenirs da cidade? Fale com ele.

 

 

O compulsivo

 

Sai da frente, porque esse vai comprar tudinho que ver pela frente, mesmo que não faça nenhum sentido. Cuidado: alguns destinos podem ser perigosos para ele. Miami, por exemplo.

 

 

Mulher derrubando todas as caixas de uma prateleira no carrinho do mercado.

Meninas caminhando com sacolas do próprio tamanho e a mão levantada.

 

 

O econômico

 

Não podemos terminar esse texto sem uma menção honrosa ao viajante mão de vaca. rsrsrs

 

Gato segurando maço de dinheiro. Arranha mão de quem tenta tirar as notas.

Esse é o tipo que não abre a mão pra gastar, mas faz questão de levar pra casa alguma lembrancinha [FREE é claro] pra casa.  A criatividade é a principal habilidade aqui.

 

Mapas de metrô ou linhas de ônibus, panfletos variados, garrafa de água, sabonete de hotel, porta copos de bar ou qualquer coisa gratuita que possa carregar tá valendo. 😀

 

 

O exagerado

 

.

.

.

Não contente com todas as possibilidades, esse leva pra casa grama, pedra, água e até tenta guardar “ar” do destino visitado num vidrinho. Sim, acreditem.

Menino sorridente sem saber o que escolher primeiro.

 

 

O esquecido

 

Há quem não se preocupe muito em levar pra casa uma lembrança da viagem.

 

Mas se bater o arrependimento, não se preocupe. Os free shops e as lojas dos aeroportos estão aí para salvar. Só cuidado para não perder o voo, viu. 😉

 

 

Mulher corre com carrinho de supermercado.
 

 

 

Senhor bugiganga

 

Esse tipo é fácil de achar nas lojinhas especializadas.

 

É de enlouquecer qualquer um!

 

Homem surtado abanando as mãos perto do rosto!
 

 

E aí, já se identificou com algum desses? Ou conhece alguém assim?

 

Quantas histórias divertidas, inusitadas e impagáveis os objetos podem guardar? Temos certeza que muitas. E tudo isso faz cada trip ficar ainda mais inesquecível.

 

A nossa viagem e memória agradecem. Um viva às lembrancinhas de viagem! 😀

Tags

#Buzzbomde#Pelo Mundo#Viagem

Posts relacionados