09.02.18 | Escrito por: O Bom de Viajar

Help! Bomde: febre amarela e outras vacinas

Informações para você ficar bem tranquilo na hora de viajar

Quem ama viajar (como a gente) sabe que existem várias coisinhas a serem planejadas antes de embarcar, né? Um dos passos mais importantes é garantir que tudo esteja bem encaminhado no que diz respeito à saúde e às vacinações. 🙂 Cada destino exige determinadas vacinas e, por isso, os viajantes precisam colocar esses cuidados no radar na hora de preparar a trip.

.

Mas calma, não priemos cânico!

!

Recentemente, muitos casos de febre amarela têm aparecido aqui no Brasil – o que fez com que diversos países, além dos que já solicitavam anteriormente, tenham começado a solicitar essa vacina dos viajantes brasileiros.

.

Esse post é especial pra você, que tem dúvidas sobre a febre amarela e outras vacinas, mas é louco por viagens! 😉 Vem que a gente te ajuda!

.

.

.

.

Help! Bomde: pra você ficar tranquilão e curtir sua viagem com a saúde em dia

.

.

.

Febre amarela: o que é?

.

.

Aqui no Brasil, todos os casos registrados são do tipo silvestre. Isso significa que os mosquitos transmissores são dos tipos Haemagogus ou Sabethes, predominantes em áreas silvestres, como matas. Primeiro, eles picam um macaco doente e adquirem o vírus. Depois de alguns dias, eles já são capazes de transmitir a febre amarela a outros macacos ou humanos.

.

Importante: um mito que tem se disseminado por aí é de que os macacos transmitem a doença. Errado, viu? Os macacos são vítimas, assim como os humanos. 🙁 Então nada de maltratar os bichinhos! Quem transmite a doença são os mosquitos infectados.

.

A melhor forma de se prevenir contra a febre amarela é por meio da vacina, que é oferecida gratuitamente pelo SUS. Lembrando apenas que ela é contraindicada para crianças entre nove meses e dois anos, gestantes, pacientes portadores de HIV/Aids e pessoas que passam por quimioterapia. Se você ou alguém da sua família está entre esses casos e vocês pretendem viajar para o exterior, é preciso apresentar um Atestado Médico de Isenção de Vacinação, escrito em inglês ou francês. Cada caso é um caso. Se de repente surgir alguma dúvida sobre as questões assinaladas acima, consulte o seu médico.

.

.

.

.

Vou viajar. E agora?

.

.

.

.

1) Se você está planejando viajar em breve, o primeiro passo é conferir se o país de destino exige o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (ou CIVP), um documento que comprova a vacinação e segue as recomendações do Regulamento Sanitário Internacional. Esse Certificado é disponibilizado pela ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária e é gratuito.

.

Aqui nesse link você pode pesquisar o país para onde você vai viajar e conferir se o documento é necessário. 😉 Há também esse documento disponibilizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) com a lista dos países que exigem a vacina contra a febre amarela.

.

.

2) O país para onde você vai exige a vacina? Então faça com antecedência! Ela leva de 10 dias a 6 semanas para fazer efeito e deixar você imunizado, então, não deixe para a última hora, porque assim você não correrá o risco de ser impedido de entrar em algum país.

.

.

3) Após fazer a vacina, cadastre-se no site da Anvisa. Feito isso, vá ao centro de emissão mais próximo para assinar o CIVP. Não se esqueça de levar o cartão de vacinação e um documento de identidade, ok? Todo o processo é gratuito. 😉

.

Importante: desde julho de 2016, o documento só é concedido a quem comprovar que vai desembarcar para algum país que exige a certificação. Por isso é muito necessário o planejamento prévio!

.

.

#DicadoBomde: além da febre amarela, existem diversas outras vacinas que são exigidas para entrada em diferentes países. Algumas são exigência e outras são apenas recomendação. No site da ANVISA, você consegue verificar, país por país, as diferentes doenças cujas vacinas podem ser cobradas. Não se esqueça de dar uma olhadinha na lista e verificar sua carteirinha de vacinação. Assim fica mais fácil mapear todas as vacinas que você precisa e garantir uma viagem mais tranquila. 😀

.

.

.

.

Se você está de viagem marcada para algum destino brasileiro, é importante tomar alguns cuidados. O Ministério da Saúde divulgou um mapa com as regiões que estão com recomendações de vacinação, então, dê uma olhadinha e verifique se o destino para o qual você vai está entre elas:

.

.

.

.

No Brasil, os locais de risco são as regiões de matas e rios das seguintes regiões: todos os Estados da Região Norte e Centro-Oeste, bem como parte da Região Nordeste (Estado do Maranhão, sudoeste do Piauí, oeste e extremo-sul da Bahia), Região Sudeste (Estado de Minas Gerais, oeste de São Paulo e norte do Espírito Santo) e Região Sul (oeste dos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Fonte: Ministério da Saúde.

.

Como o surto da doença está concentrado em regiões silvestres, o Ministério da Saúde recomenda a vacinação para todas as pessoas que residem ou que vão viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata. Lembrando, novamente, que é necessário se vacinar com pelo menos 10 dias antes da viagem, certo? Assim, seu corpo terá tempo para criar anticorpos contra a febre amarela. 🙂 Outra informação importante: quem foi imunizado há mais de 10 anos também precisa repetir a dose da vacina! Então bora conferir a carteirinha de vacinação pra verificar se está tudo em dia.

.

Informação não falta, hein? Não dê bobeira e tome todas as precauções para cuidar da sua saúde. Viagem feliz é aquela com tranquilidade e muuuita disposição para aproveitar cada momento! 🙂

.

Fontes e mais informações:

Anvisa – 23 perguntas sobre o CIVP

Anvisa – CIVP

Anvisa – Saúde do Viajante

Ministério da Saúde – Febre amarela: o que é?